Localizada no piso superior da Biblioteca, possui espaço físico de 45,20 m2. Sua Coleção preserva obras editadas até 1940, ricamente ilustradas, contendo reproduções de obras de artes, fotos, desenhos etc.

O Acervo conta com coleções especiais de grandes escritores nacionais e internacionais, como O Príncipe, Maquiavel, e Os Lusíadas, de Luiz de Camões, editadas em 1952.

Trata-se de obras frágeis mas de grande valor histórico, por isso são manuseadas com supervisão e orientação de um historiador.

 Seu acervo possui, aproximadamente, mais três mil volumes que versam sobre questões culturais, econômicas, políticas, sociais e científicas relativas ao Brasil e ao mundo. No acervo, encontram-se livros, folhetos e periódicos escritos em diversos idiomas, como português, francês, italiano, alemão e espanhol, que datam dos séculos XVIII ao XX.

O trabalho de Preservação do Acervo de Obras Raras inclui higienização do ambiente e identificação das obras Raras visando sua preservação através da digitalização.